É possível Consumir com Pouco Impacto

Consumo Consciente: é possível consumir com pouco impacto?

Em meio a crises relacionadas aos recursos naturais, precisamos aprender a consumir com consciência, gerando o menor impacto. Entenda como fazer isso e aplique já à sua vida!

Talvez você não tenha acompanhado, mas, ao final do mês de julho, a organização com fins de pesquisa “Global Footprint Network” informou que o mundo passava por um momento crítico: o dia de sobrecarga da Terra.

Esse foi o momento, em 2019, em que a quantidade de recursos naturais consumidos pela humanidade ultrapassou a quantia que o planeta consegue recuperar em um ano.

Também, segundo o site da organização www.footprintnetwork.org, “Nós estamos consumindo os recursos naturais mais rápido do que eles podem se regenerar; estamos usando os futuros recurso da Terra para operar no presente”. E isso, com certeza, é extremamente preocupante.

Ainda não há dados a respeito da quantidade adicional de recursos consumidos durante o ano de 2019, contudo, a humanidade, normalmente, ultrapassa esse limite em pelo menos 30% – isso levando-se em conta uma média de todos países, já que esse gasto varia muito de país para país, podendo ser ainda mais preocupante, dependendo do lugar.

E a melhor maneira de mudar toda essa realidade preocupante é mudar nossa forma de consumir.

Consumir com Consciência

É possível Consumir com Pouco Impacto
Precisamos aprender a consumir de uma maneira verde! – Foto: Evan Hilton

Como humanos, consumimos recursos naturais. E esse uso sempre tem um impacto em vários níveis de nossa sociedade, planeta e, inclusive, de nós mesmos, que pode ser positivo ou negativo, dependendo da forma como esse consumo é realizado.

O ponto é que, ao tomarmos consciência disso, devemos passar a refletir sobre a forma como utilizamos todos os produtos que compramos, desde a forma como são produzidos, até a forma como serão descartados.

Isso é, em resumo, o consumo consciente: um consumo que foque no desenvolvimento sustentável e na aquisição de produtos ecológicos.

Tudo uma questão de hábito. Começando a mudar coisas pequenas do dia a dia, podemos mudar o mundo em uma dimensão muito maior e maximizando os impactos positivos sobre o nosso futuro. Ou seja, é uma contribuição voluntária, cotidiana e de grande importância para garantir a vida no planeta Terra.

Nesse sentido, podemos elencar quatro princípios essenciais para impedir o desperdício:

1. Busca por produtos sustentáveis:

É importante encontrar opções ecológicas desde antes da compra. Isso fica ainda mais fácil já que temos fácil acesso às informações, inclusive, a respeito das marcas que temos interesse em consumir. Por isso, sempre busque sobre as principais políticas e a forma de fabricação da firma antes de adquirir algum produto.

2. Economia de recursos:

A economia de recursos é essencial para se consumir com consciência. Estamos passando por uma fase em que a aquisição de produtos em massa e a todo o momento foi aceita como algo esperado, sendo que, na realidade, isso traz danos sérios ao planeta Terra.

E, apesar de isso parecer função apenas da marca, você também é muito importante nesse processo. Saber, por exemplo, que “menos é mais” se livrar da ideia de que você precisa de tudo que é novo no mercado são pensamentos que ajudam muito a consumir com consciência.

Por isso, pense bem se você precisa realmente de alguma coisa antes de adquiri-la. Economize ao máximo!

3. Uso prolongado dos produtos:

Outro pensamento essencial é o de que muitos produtos podem durar muito mais do que nós pensamos. Isso é, ao invés de usarmos algo por apenas alguns instantes e, rapidamente, descartamos isso, podemos investir em um artigo de longa duração ou reutilizarmos esse item ao máximo, prolongando a vida útil desse produto.

Junta-se a isso o fato de que gastar um pouco mais com um item que possa seguir fazendo a mesma função por um longo período de tempo, produzindo pouquíssimo ou nenhum lixo também é uma prática que traz lucros (ambientais e econômicos) a longo prazo, já que compra apenas um produto ao invés de uma grande quantidade de descartáveis.

4. Destinação correta dos materiais:

Dar o destino correto para os materiais também é essencial para ser consciente. Afinal, essa é outra maneira de reaproveitar os recursos para outras funções e sem ter que explorar o planeta ainda mais atrás deles, ao invés de simplesmente descartá-los.

Assim, os resíduos orgânicos pode virar adubo, contribuindo para o crescimento de plantas e para o ciclo da vida, e o lixo “seco” pode ser reciclado, reduzindo os gastos que viriam com a criação desses materiais e possibilitando que novas embalagens e até produtos sejam criados com um impacto ecológico muito menor!

Existem, ainda, muitas formas de ter um consumo consciente, mas que não são obrigatórias para que se tenha esse estilo de vida. É o exemplo de falar dessa existência sustentável e divulgá-lo para outras pessoas, tentando torná-las ecológicas. Não é uma prática que está entre os princípios desse processo, mas é extremamente importante para fazer com que siga em frente.

E aí, aceita o desafio de tentar consumir com mais consciência? Então acompanhe conteúdos que podem ajudar você a assumir esse lifestyle pelo nosso Instagram @sili.cup e pelo nosso Facebook Silicup.

Nós, da Silicup, temos orgulho em afirmar que somos uma empresa consciente! Além de usarmos um material durável e reciclável, temos a prática de participar de eventos que promovam o bem estar social e ambiental! Confira o nosso site silicup.com.br para conhecer quem somos, quais os nossos produtos e serviços.

Curta nossa página no Facebook