Como e porque educar a nova geração sobre a sustentabilidade

Todos sabemos que o aprendizado é adquirido desde que somos pequeninos. O processo de aprendizagem começa nas primeiras fases de vida, com as primeiras trocas de experiência, quando ocorrem as primeiras interações com o novo, com o até então desconhecido pelas crianças.

E, seguindo essa mentalidade, não podemos deixar de ressaltar o papel que nós, adultos, temos sobre os conceitos e ideias a serem desenvolvidos pelas crianças. Nesse sentido, difundir a prática da sustentabilidade para a nova geração é uma tarefa em conjunto, que envolve os pais, os professores, tutores, e a sociedade.

Existem diversas maneiras para inserir conceitos que levem o desenvolvimento de comportamentos e a criação de hábitos por parte da nova geração. Nesse momento, o lúdico deve ser trabalhado. Mas como isso poderia ser aplicado ao conceito de educação ambiental?

A conversa é fundamental

Em primeiro lugar, é importante conversar com as crianças e explicar os pontos a serem trabalhados. Ensinar conceitos sobre educação alimentar, a importância do consumo de alimentos ‘in natura’, os riscos à saúde relacionados ao consumo de alimentos industrializados e, não menos importante, mostrar que existem alternativas que geram menos resíduos e que, portanto, poderão reduzir os impactos ao meio ambiente provocados pela quantidade enorme de lixo que produzimos.

Os copos plásticos, por exemplo, são capazes de liberar compostos tóxicos que podem provocar doenças e causar alterações no sistema endócrino de adultos e, principalmente, das crianças, que apresentam um sistema imunológico ainda não totalmente desenvolvido.

E o que fazer?

Assim, não há limites para a criatividade nesse momento. Converse sobre a relevância da natureza para a sociedade, ensine-os sobre reciclagem, aproveitamento de brinquedos e organização. Mostre os impactos que a geração de resíduos pode provocar sobre o meio ambiente e sobre nós mesmos. Deixe os pequenos no comando das ações.

Busque por atividades lúdicas que envolvam conceitos relacionados a ecologia e sustentabilidade que podem ser trabalhados com a nova geração. É importante que eles sejam difundidos desde cedo para que despertem o desenvolvimento dos conhecimentos, das habilidades e para que motivem suas crianças a passar esses princípios para frente, pois assim elas irão adquirir seus próprios valores e atitudes, e saberão lidar com questões ambientais, buscando por alternativas e soluções sustentáveis para o futuro.

Uma instituição que saiu na frente foi a Maternidade Perinatal, do Rio de Janeiro, que nos apoia nessa causa, para que sempre possamos nos preocupar não só com o futuro da nossa geração, mas também com o presente. Queremos difundir alternativas sustentáveis que promovam a saúde e bem-estar de todos. Valorizamos a visão ecológica e os princípios da educação sustentável. O futuro pode ser transformado a partir de agora com atitudes como essa.

Curta nossa página no Facebook